Após cassação, Arthur do Val volta à política como coordenador de campanha de Renato Battista

Inelegível pelas próximas duas eleições, ex-deputado também deve atuar em prol das candidaturas de Amanda Vettorazzo, Cristiano Beraldo e Guto Zacarias

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2022 07h15 - Atualizado em 20/05/2022 09h12
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Arthur do Val Na segunda-feira, a Alesp confirmou a cassação do mandato de Arthur do Val após o vazamento de áudios de teor machista

Inelegível pelas próximas duas eleições, o agora ex-deputado estadual Arthur do Val vai atuar nos bastidores da política paulista como coordenador de campanha de Renato Battista, integrante do Movimento Brasil Livre (MBL) e pré-candidato a deputado estadual por São Paulo pelo União Brasil. Além dele, Arthur do Val ainda deve atuar nas campanhas de Amanda Vettorazzo, Cristiano Beraldo e Guto Zacarias, todos do MBL e filiados ao União Brasil. Segundo a assessoria do ex-deputado, o objetivo é colocar quatro pessoas no lugar dele. Na segunda-feira, a Alesp confirmou a cassação do mandato de Arthur do Val após o vazamento de áudios de teor machista, em que o agora ex-deputado dizia que ucranianas “são fáceis porque são pobres”. O projeto de resolução que previa a cassação do mandato foi aprovado por 78 votos favoráveis. Durante o processo, Arthur do Val chegou a renunciar o mandato. No entanto, a Lei da Ficha Limpa prevê que um parlamentar fique inelegível a partir do momento que a representação é apresentada. Arthur também desistiu a pré-candidatura ao governo de São Paulo e saiu do Podemos, se filiando ao União Brasil.

*Com informações da repórter Nanny Cox