Bolsonaro descarta aval à venda de terra para estrangeiro

Durante o evento, presidente se comprometeu em entregar o titulo de propriedade para 574 famílias que vivem em assentamento na Bahia

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2021 10h52
DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 18/12/2020 Presidente afirmou que, somente durante o mandato dele, foram entregues mais títulos de propriedade do que nos últimos 20 anos

O presidente Jair Bolsonaro afirma que, no que depender dele, o Brasil não permitirá a venda de terras para estrangeiros. A declaração ocorreu durante a cerimônia de entrega de obras de adequação da BR-135, realizada na quinta-feira, 21, na Bahia. O município tem localização estratégica para o agronegócio por ficar em uma região conhecida como MATOPIBA — que engloba parte de quatro estados do pais: Maranhão, Tocantins, Piaui e Bahia. Durante o evento, Bolsonaro se comprometeu em entregar o titulo de propriedade para 574 famílias que vivem no assentamento São João e, até o momento, tem apenas o termo de posse.

Segundo o presidente, a medida fara com que os moradores do local tornem-se cidadãos. “Nós nos emprenharemos de modo que o mais rapidamente possam ser cidadãos de verdade, tendo em vista terem o titulo de propriedade na mão. E nós sabemos que, aqui no Brasil, para nós, governo federal, a propriedade privada é sagrada. Adianto mais ainda: dizer a vocês que, no que depender de mim, e tenha certeza que da bancada de deputados da Bahia, não permitiremos a venda de terras para estrangeiros.”

Bolsonaro diz que, assim que conseguir resolver a questão envolvendo título de propriedade dessas famílias, vai tentar ir ao local para entregar o documento pessoalmente. Nas palavras dele, com o titulo na mão, as famílias contempladas poderão se libertar de uma herança imposta por outros governos. O presidente afirmou ainda que, somente durante o mandato dele, foram entregues mais títulos de propriedade do que nos últimos 20 anos.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado