Bolsonaro fala em ‘nova opção’ de partido se Aliança não sair do papel

O presidente indicou que pode se filiar a outra legenda a tempo de concorrer à reeleição em 2022

  • Por Jovem Pan
  • 24/11/2020 05h53 - Atualizado em 24/11/2020 09h41
GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO - 18/11/2020No sábado, presidente disse que não se sente pressionado pela aprovação de diversos imunizantes por outros países

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que terá uma “nova opção” de partido em março se, até lá, o Aliança pelo Brasil não sair do papel. Eleito pelo PSL em 2018, o presidente deixou o partido no ano passado após desentendimentos internos. Falando a apoiadores nesta segunda-feira, 23, Bolsonaro indicou que pode se filiar a outra legenda a tempo de concorrer à reeleição em 2022.

De acordo com a Justiça Eleitoral, até agora, o Aliança só conseguiu validar 9% das 492 mil assinaturas necessárias. Alguns partidos já fizeram sinalizações para que Bolsonaro se filie, entre eles, Patriota, PTB, Republicanos, PRTB, Progressistas e até o próprio PSL. Depois de desentendimentos com o PSL, o vereador Carlos Bolsonaro, reeleito no Rio de Janeiro, e o senador Flávio Bolsonaro se filiaram ao Republicanos. O deputado Eduardo Bolsonaro é o único da família que permanece no partido, porque, caso deixe a sigla, perderia o mandato de deputado federal.

*Com informações do repórter Afonso Marangoni