Bombeiros encontram corpo após 2 anos e 8 meses da tragédia em Brumadinho: ‘Esperança nos motiva’

Expectativa é que restos mortais localizados sejam de uma das nove vítimas ainda desaparecidas

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2021 10h05 - Atualizado em 03/10/2021 13h31
Cadu Rolim/Estadão Conteúdo Bombeiro trabalha em Brumadinho Expectativa é que os trabalhos da Polícia Civil para identificação dos restos mortais encontrados levem cerca de um mês

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontrou neste sábado, 3, mais um corpo em Brumadinho, após 2 anos e 8 meses do rompimento da barragem da mineradora Vale. A tragédia aconteceu em 25 janeiro de 2019 e causou a morte de 270 pessoas. Segundo o major do Corpo de Bombeiros, Ivan Neto, os restos mortais encontrados estão conservados. No entanto, apenas análises poderão identificar que o corpo localizado é de uma vítimas que ainda estão desaparecidas. “Entre as nove vítimas ainda não localizadas, apenas uma estava abaixo do corpo encontrado. Então, pode ser uma das outras oito ou um reidentificação, uma pessoa que já foi em outra hora identificada por outras partes. Nossa equipe tem muita esperança. Esperança é que o nos motiva a estar aqui”, disse Ivan Neto ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan. Segundo o major, a corporação trabalha há 983 dias no local.

“Durante todo esse tempo houve duas paradas: em março de 2020 e março de 2021 pela questão da pandemia. Fora essas paradas, ficamos em operação usando diversos critérios, estudos para nos levar aos locais onde exista maior probabilidade de encontro das vítimas ainda não localizadas”, afirma. A expectativa é que os trabalhos da Polícia Civil para identificação dos restos mortais encontrados levem cerca de um mês. “Se houver condições de identificar pela arcada dentário é mais rápido, em torno de dias. Se for para exame de DNA, em torno de quatro semanas”, finalizou.