Braga Netto se irrita com deputado e nega insubordinação nas Forças Armadas

Ministro prestou contas durante audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2021 07h27 - Atualizado em 28/10/2021 09h24
Tânia Rego/Agência BrasilMinistro negou o monitoramento de deputados que tentaram modificar projeto de reestruturação do setor de Defesa

O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, se irritou com uma pergunta feita pelo deputado Glauber Braga (PSL) e declarou que não existe insubordinação nas Forças Armadas. “Não existe insubordinação nas Forças Armadas. Se houver, ela será punida. Não existe insubordinação nas Forças Armadas, estou deixando claro”, pontuou o membro do governo, que comentava o caso de um militar contrário à privatização dos Correios. Nesta quarta-feira, 27, Walter Braga Netto prestou contas durante audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara. Na ocasião, ele classificou como equivocada citação de militares no relatório final da CPI da Covid-19 e negou que haja o monitoramento de deputados que tentaram modificar projeto de reestruturação do setor de Defesa no Congresso Nacional, afirmando que “não se faz nada fora do previsto em lei”.

*Com informações da repórter Nanny Cox