Candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro iniciam campanha

Ao todo, a cidade terá 14 candidatos ao pleito municipal com disputa equilibrada entre sete homens e sete mulheres

  • Por Jovem Pan
  • 28/09/2020 06h38 - Atualizado em 28/09/2020 08h13
SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

No primeiro dia das campanhas eleitorais de 2020, candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro foram às ruas da capital fluminense neste domingo, 27. Ao todo, a cidade terá 14 candidatos ao pleito municipal com disputa equilibrada entre sete homens e sete mulheres. O prefeito Marcelo Crivella, inelegível até 2026, é o candidato do partido Republicanos. Ele sonha com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, mas, por enquanto, tem apoio garantido de dois filhos do presidente, sendo eles Carlos e Flávio Bolsonaro, também membros da legenda. O principal adversário de Crivella, segundo as pesquisas eleitorais, é o ex-prefeito Eduardo Paes (Democratas). No entanto, um azarão pode atrapalhar os planos de Crivella e Eduardo Paes para chegarem ao segundo turno. Trata-se do deputado federal Luís Lima (PSL), que é colado nos bolsonaristas, embora ainda não tenha recebido apoio explícito da família Bolsonaro.

A corrida municipal tem ainda outros vários nomes conhecidos, como Eduardo Bandeira de Mello, que foi presidente do Clube de Regatas do Flamengo, será candidato do Rede. O Novo tem como candidato Fred Luz, que também trabalhou na gestão de Bandeira de Mello no Clube de Regatas do Flamengo. Benedita da Silva será candidata pelo Partido dos Trabalhadores (PT) nas eleições deste ano. Clarissa Garotinho vem como opção pelo PROS, ela que é filha dos ex-governadores do Rosinha e Anthony Garotinho. Pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Renata Souza, parlamentar bastante atuante no Rio de Janeiro, é a candidata para a disputa, assim como a deputada estadual Martha Rocha que vem pelo PDT. Paulo Messina, representante do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para o pleito, já foi braço direito do prefeito Marcelo Crivella e, atualmente, é considerado inimigo número 1 do munícipe. O PTB pretende lançar a ex-deputada Cristiane Brasil para o pleito. No entanto, como ela segue presa, talvez a candidatura não vá adiante. Outros partidos também têm seus representantes na disputa pelo cargo na Prefeitura do Rio de Janeiro.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga