Defesa de Marcelo Crivella entra com recurso no TRE

Oadvogados pretendem questionar a validade da sessão da semana passada que tornou o munícipe inelegível até 2026

  • Por Jovem Pan
  • 28/09/2020 06h15 - Atualizado em 28/09/2020 08h18
Marcelo Fonseca/Estadão ConteúdoA inelegibilidade de Crivella ainda pode ser revertida

Os advogados de defesa do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, devem entrar com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta segunda-feira, 28. O objetivo é tentar derrubar a decisão da semana passada que, em tese, tornou o munícipe inelegível até 2026. Para isso, os advogados pretendem questionar a validade da sessão da semana passada e entendem que ela foi nula, já que não foi dado o direito da defesa se manifestar. Além disso, a defesa alega que estava presente na sessão um desembargador que é advogado de uma concessionária que está em rota de colisão com a Prefeitura do Rio de Janeiro. A empresa Lamsa administrava a linha amarela, via expressa que liga a Zona Oeste e a Zona Norte do Rio de Janeiro, e era responsável pelo recebimento de pedágio da região. A Prefeitura argumentou, há duas semanas, que houve irregularidade e ilegalidade na concessão e, com isso, o pedágio da região, de R$ 7,50, não está sendo cobrado desde então, o que gerou impasse entre as partes.

O embargo de declaração será apresentado pela defesa de Marcelo Crivella. No entanto, segundo fontes da Jovem Pan, a tendência é que ele não seja aceito. Com isso, os advogados devem buscar como alternativa Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na esperança de uma liminar para o prefeito Marcelo Crivella. Como a candidatura do prefeito já havia sido registrada antes da decisão da semana passada e ainda cabem recursos, a inelegibilidade de Crivella ainda pode ser revertida.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga