Caribe: Brasileiros relatam tensão em evacuação de resorts por chegada do furacão Delta

As autoridades ordenaram a suspensão das atividades não essenciais e o fechamento dos aeroportos

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2020 11h21
EFE/Alonso CupulA população de Cancun também foi orientada a procurar locais seguros. O governo do México determinou o envio de cinco mil militares para a região

Aproveitando as férias em Cancun, no México, os brasileiros Nathan e Priscila tiveram os planos alterados. O hotel em que eles estavam teve que ser esvaziado por causa da ameaça do furacão Delta, que já fez estragos no Caribe. O casal diz que foi pego de surpresa. “O clima não é legal, você via a cara de desolação, ver a cidade sendo esvaziada em um cenário meio pós-apocalítico é bem baixo astral. É muito triste ver que com o furação muita coisa pode ser levada ou inundada, é muito triste. Não era a situação que a gente estava esperando.”

Diversos outros resorts também foram esvaziados e a energia precisou ser cortada preventivamente. No hotel onde a brasileira Vera Lucia Anghinoni está agora, um centro de convenções foi transformado em abrigo. “Aonde a gente vai aguarda a passagem desse furação. É um lugar fechado onde provavelmente vai dormir todo mundo junto, não sei se tem lugar para banho ou não. Não sei se vai estar com internet, energia eles estão poupando, então a gente está aguardando.”

A população de Cancun também foi orientada a procurar locais seguros. As autoridades ordenaram a suspensão das atividades não essenciais e o fechamento dos aeroportos; em alguns pontos da cidade, tapumes foram instalados. O governo do México determinou o envio de cinco mil militares para a região.

*Com informações da repórter Letícia Santini