Caso Miguel: Justiça ouve oito testemunhas em primeira audiência

A sessão foi conduzida pelo juiz José Renato Bezerra; o menino Miguel caiu do 9º andar de um prédio de luxo no centro de Recife após ficar sob os cuidados de ré Sarí Corte Real

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2020 09h26 - Atualizado em 04/12/2020 09h57
VEETMANO PREM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOSarí é acusada pelo crime de abandono de incapaz com resultado da morte do menino Miguel, que caiu do 9º andar de um prédio em Recife

O caso do menino Miguel teve a primeira audiência de instrução e julgamento na fase de crimes contra a criança e adolescente da capital Recife. Oito testemunhas de acusação e quatro de defesa foram ouvidas. Mais quatro serão ouvidas por carta precatória, uma nova data será marcada para ouvir mais uma testemunha de defesa e para o interrogatório da ré Sarí Côrte Real. A sessão foi conduzida pelo juiz José Renato Bezerra, titular do Tribunal. Sarí é acusada pelo crime de abandono de incapaz com resultado da morte do menino Miguel, que caiu do 9º andar de um prédio de luxo no centro de Recife. Depois da fase de instrução e julgamento do processo, o Ministério Público de Pernambuco e a defesa irão apresentar as alegações finais. Só então o juiz da primeira vara da criança e adolescente da capital profere a sentença.

*Com informações do repórter Artur Araújo