Cinemas da cidade de SP voltam a funcionar depois de meses

  • Por Jovem Pan
  • 12/10/2020 07h24 - Atualizado em 12/10/2020 09h10
Nilton Fukuda/Estadão ConteúdoDo lado de dentro os cuidados continuam: nas salas é obrigatório o uso de máscaras e o distanciamento entre os espectadores

Depois de um longo período de espera, após entrar na Fase Verde do Plano São Paulo na última sexta-feira (9), durante o final de semana os cinemas reabriram ao público de São Paulo. O seu Amilton de Almeida estava contando os dias para a reabertura. Aos 69 anos e muitos meses em isolamento, o aposentado conta que ficou animado com a novidade. “É muito bom ver funcionando e disponível para a gente satisfazer nossa vontade e assistir um filmezinho”, disse. No Cine Petra Belas Artes, que fica na região central da cidade, todos os funcionários passaram por treinamentos. Das seis salas disponíveis, apenas quatro estão sendo utilizadas. E quem quiser matar a saudade das telonas vai ter que seguir à risca os protocolos que já começam do lado de fora.

Já na entrada tem medição de temperatura, totens com álcool em gel e adesivos no chão sinalizando o distanciamento. Do lado de dentro os cuidados continuam: nas salas é obrigatório o uso de máscaras e o distanciamento entre os espectadores — que poderão ocupar apenas 60% dos lugares. Além disso, os espaçamentos de 30 minutos entre o começo de cada sessão, para evitar a aglomeração de pessoas, serão respeitados. André Sturm, diretor do cinema, conta que a reestreia foi bem aceita pelo público e que superou as expectativas da casa. “A recepção do público foi maravilhosa, a maior parte das pessoas tirava foto dos ingressos e postava. Ou seja, as pessoas estavam com muita vontade de voltar. E a gente teve um público bacana, que deu 20% e 30% das salas. O que foi muito legal”

Os protocolos de higiene foram assinados no mês de setembro para que quando a cidade mudasse de fase, as salas já estivessem preparadas. No mês de julho, o governo antecipou a autorização da reabertura dos cinemas para regiões no que estivessem na Fase Amarela do Plano. Apesar disso, a decisão da reabertura ficou a critério de cada prefeitura. Na capital paulista, o prefeito Bruno Covas determinou que a abertura dos cinemas só aconteceria quando a cidade entrasse na Fase Verde.

*Com informações da repórter Hanna Beltrão