Confirmação da variante Ômicron na Europa preocupa turistas brasileiros

Reino Unido, Alemanha e Bélgica já anunciaram a presença da cepa em seus territórios

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2021 08h55
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOPara evitar transtornos, viajantes precisam apresentar comprovante de testes negativos para o coronavírus no momento do embarque

As confirmação da variante Ômicron do coronavírus na Europa vem preocupando turistas brasileiros que viajam ao continente. Já há confirmações de casos no Reino Unido, Alemanha e Bélgica. Elídia Carreira está indo para a Espanha para estudar, mas a viagem precisou ser remarcada por conta da pandemia da Covid-19. Para conseguir embarcar, teve que apresentar testes negativos para a doença. O período de estudo será de quatro meses no país ibérico, mas a aposentada está receosa com a nova variante Ômicron. “As variantes, elas vão impactando nas decisões. Então, a gente está indo assim, a Espanha está livre, não tem nem quarentena, mas não se sabe como vai ser, sei lá, em janeiro, porque o inverno rigoroso começa agora. Então, estou estou preocupada”, afirma.

A secretária Vânia Alexandre é paulistana e mora em Portugal. Há 12 anos não vinha para o Brasil e passou um mês visitando a família. Agora ela retorna, mas o país está adotando novamente medidas restritivas contra a Covid-19. O governo português já enviou mensagens das novas determinações. “Portugal, já recebi algumas mensagens do governo, que eu acho que agora, dia 1º, entra em estado de calamidade, mas eu estou indo porque já estive ‘nesse momento’ também lá, então eu estou indo tranquila. Eu já tive também, já estou vacinada e eu acho que a gente ultrapassar”, diz. A psicóloga Bárbara está indo passear em Barcelona. Ela marcou a viagem recentemente, antes de saber da variante, mas está tranquila apesar da nova cepa. “Pelo que a gente teve de informações, de pessoas que moram lá, a princípio está tranquilo. Então, estou encarando. É semana [apenas], então esperamos que em uma semana as coisas transcorram tranquilamente”. Para evitar transtornos os viajantes precisam apresentar comprovante de testes negativos para o coronavírus no momento do embarque.

*Com informações da repórter Camila Yunes