Construtoras registram aumento de 39% no lançamento de imóveis

Programa Casa Verde e Amarela é responsável por 83,6% das vendas residenciais nos últimos 12 meses

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2021 11h39
Kelsen Fernandes/ Fotos PúblicasCom a pandemia, custo global de obras aumentou mais de 30%

Os lançamentos imobiliários estavam a todo vapor de forma virtual, mas agora, com o andamento da vacinação contra Covid-19 e o mercado aquecido, a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC) espera um cenário propício para vendas. Segundo a sócia-diretora, Cecília Cavazani, que está a frente de uma das mais conhecidas construtoras, o momento é de otimismo do setor. “A construção civil vive a maior alta de custos desde 1998. Desde o início da pandemia até hoje, o custo global de obras aumentou mais de 30%. A construção civil é locomotiva de PIB e emprego no Brasil. O macrossetor mais 97 outros setores da economia”, explica Cecília. Dados da associação revelam que, só no primeiro trimestre deste ano, as grandes incorporadoras do país registraram um aumento de 39% nos lançamentos de imóveis. “Mesmo com a alta dos insumos, aqui na construtora, decidimos diminuir margem, mas não paralisar os lançamentos. Fazemos moradias de interesse social, todas as unidades incluídas no programa Casa Verde e Amarela“, disse a sócia-diretora. Os empreendimentos do programa Casa Verde e Amarela, por exemplo, estão em destaque, responsáveis por 85,3% dos lançamentos e 83,6% das vendas residenciais nos últimos 12 meses. Se antes as construtoras estavam inovando no imobiliário virtual, agora os lançamentos presenciais que estavam congelados voltaram a acontecer com todas as medidas de segurança em relação a Covid-19.

*Com informações da repórter Elisângela Carreira