Covid-19 diminui em 1,5 ano a expectativa de vida nos Estados Unidos

Queda foi a maior na projeção desde a Segunda Guerra Mundial; redução atinge ainda mais as minorias, com diminuição de 3 anos para hispânicos e 2,9 anos para negros

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2021 05h41 - Atualizado em 22/07/2021 05h42
EFE/EPA/ROBERT GHEMENTAté 2019 a expectativa de vida era de 78,8 anos e agora é de 77,3 anos

A Covid-19 reduziu em 1,5 ano a expectativa de vida do norte-americano. Até 2019 a expectativa de vida era de 78,8 anos e agora é de 77,3 anos. De acordo com as estatísticas publicadas nesta quarta-feira, 21, essa é a maior queda na projeção desde a Segunda Guerra Mundial. A redução foi ainda maior entre minorias. De 2019 a 2020, hispânicos tiveram queda de 3 anos, enquanto negros de 2,9. As disparidades raciais e étnicas tem um reflexo de muitos fatores, incluindo as diferenças na saúde geral e na assistência médica disponível entre brancos, hispânicos e negros nos Estados Unidos. Elizabeth Arias, pesquisadora que produziu o relatório, acredita que a expectativa de vida não deve voltar aos níveis pré-pandêmicos no país tão cedo. Segundo ela, para retomar os número de 2019 seria necessário não ter mais mortes por excesso, o que já não é possível em 2021, por conta da pandemia. A pesquisadora acredita que os efeitos da Covid-19 sobre a expectativa de vida pode durar anos. 

*Com informações da repórter Camila Yunes