De olho em 2022, presidenciáveis engrossam discursos e falam em ‘modelo Biden’

Ciro Gomes, por exemplo, postou um vídeo em suas redes sociais comparando seu plano de governo ao do presidente dos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2021 09h32 - Atualizado em 26/05/2021 11h26
Renato S. Cerqueira/Estadão ConteúdoO material, segundo o site O Antagonista, foi feito por João Santana, marqueteiro já condenado na Lava Jato

Depois da publicação da foto do encontro com os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Lula na semana passada, outros postulantes ao cargo máximo do país começaram a se mexer. Ao menos três deles usaram a internet esta semana com posicionamentos focados no xadrez eleitoral da corrida de 2022. Um é o pedetista Ciro Gomes, que quer ser o “Joe Biden do Brasil”. Isso porque, na terça-feira, 25, ele publicou em seu Twitter um vídeo em que cita pontos em comum entre o plano do presidente dos Estados Unidos e de seu próprio plano para o país.

“Há muitas semelhanças entre o plano Biden e o projeto nacional de desenvolvimento que Ciro defende há anos. Biden quer criar 500 mil pontos de abastecimentos para carros elétricos e ampliar investimentos em energia eólica. Ciro quer incentivar a produção de turbinas eólicas, retomar o programa de biocombustíveis e investir no desenvolvimento e produção de carros elétricos. Tudo ‘made in Brasil’.” Este foi o segundo vídeo, nesta linha, publicado em suas redes este mês. O material, segundo o site O Antagonista, foi feito por João Santana, marqueteiro já condenado na Lava Jato.

O petista Fernando Haddad e o tucano Geraldo Alckmin também apareceram na internet ontem. E juntos. Os importantes quadros de seus partidos participaram de um debate online do movimento Política Viva. Houve troca de elogios e críticas ao governo atual. Haddad disse que não se pode repetir a situação de 2018, quando faltou apoio de adversários para o segundo turno. De modo mais ameno, Alckmin não respondeu diretamente sobre a proposta do petista, mas disse que pretende participar “da vida política” e que o PSDB terá candidato próprio que irá ao segundo turno. No evento, Alckmin elogiou a abertura para o diálogo por parte de Haddad, que em contrapartida, disse que o tucano é o que tem maior compromisso com questões sociais.

*Com informações do repórter Fernando Martins