Preço de medicamentos para hospitais sofre quarta queda consecutiva em 2021

Maior alta ocorreu no mês de abril, durante ápice da segunda onda da pandemia da Covid-19, com elevação de 10,53% nos preços

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2021 06h39 - Atualizado em 13/10/2021 10h20
Brizza Cavalcante/Agência CâmaraAlta nos preços dos medicamentos hospitalares acumulada nos últimos 12 meses é de 9,15%

Após algumas altas, os preços dos medicamentos para hospitais tiveram queda de 1,31% em setembro na comparação com o mês passado. Este foi o quarto recuo consecutivo. O levantamento foi feito pelo Índice de Preços de Medicamentos para Hospitais realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) em parceria com a Bionexo. Apesar da retração nos preços, os medicamentos para hospitais ainda acumulam alta de 8,49%, índice registrado de janeiro a setembro de 2021. Nos últimos 12 meses, a alta acumulada foi ainda maior, de 9,15%. O maior índice ocorreu no mês de abril, no ápice da segunda onda da pandemia da Covid-19, com alta de 10,53% nos preços. Segundo a FIPE, esse crescimento é reflexo do aumento da demanda por medicamentos e insumos que são comprados no mercado externo e ficam vulnerável às variações de câmbio. Os medicamentos que apresentaram maior elevação nos preços foram os anti-infecciosos e aqueles destinados ao sistema hormonal.

*Com informações da repórter Camila Yunes