Dez anos depois, RJ anuncia construção de casas para vítimas de chuvas na região serrana

Tragédia de 2011 matou cerca de mil pessoas e deixou milhares de desabrigados; ao todo, serão 500 residências em Teresópolis, 340 em Petrópolis, 128 em Sumidouro e 120 em São José do Vale do Rio Preto

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2021 10h38 - Atualizado em 26/07/2021 19h59
Daniel Resende/Enquadrar/Estadão ConteúdoPara construir as mais de mil casas e apartamentos, a gestão estadual espera investir R$ 350 milhões

O governo do Rio de Janeiro anunciou a construção de mais de mil casas na região Serrana do Estado para atender as vítimas da tragédia de 2011, quando fortes chuvas mataram cerca de mil pessoas e deixaram milhares de desabrigados. Dez anos depois, o episódio ainda é considerado a maior tragédia provocada pelos temporais na história fluminense. Segundo a secretaria de infraestrutura e obras, serão 500 residências em Teresópolis, 340 em Petrópolis, 128 em Sumidouro e 120 em São José do Vale do Rio Preto. Para construir as mais de mil casas e apartamentos, a gestão estadual espera investir R$ 350 milhões. As obras fazem parte, em sua maioria, do programa habitacional do governo fluminense.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga