Doria anuncia Corrida da Esperança para mais de 40 mil pessoas em novembro

A partir de 1º novembro, o governo estadual passa a permitir eventos sociais, culturais e esportivos com controle de público e uso obrigatório de máscaras

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2021 07h08 - Atualizado em 05/10/2021 09h51
MISTER SHADOW / ASI / ESTADÃO CONTEÚDO João Doria participa de coletiva do esporte Se confirmada a expectativa do governador, a corrida terá um público maior que a São Silvestre

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou, nesta segunda-feira, 4, a realização da Corrida da Esperança em a 28 de novembro. A taxa de inscrição será mais baixa e a arrecadação será convertida ao Fundo Social de Solidariedade e à Defesa Civil. A partir de 1º novembro, o governo estadual passa a permitir eventos sociais, culturais e esportivos com controle de público e uso obrigatório de máscaras. Segundo Doria, a corrida deve atrair milhares de pessoas. “Vamos passar bem esse número de 40 mil pessoas que gostam de correr”, disse. Se confirmada a expectativa do governador, a corrida terá um público maior que a São Silvestre – evento que, na última edição, realizada em 2019, registrou 35 mil inscritos. A declaração foi dada durante a Cerimônia de premiação da Segunda edição do Selo Amigo do Esporte, reconhecimento a instituições que conduzem ações de fomento esportivo e apoio a atletas.

O secretário de Esportes, Aildo Rodrigues, lembrou que o Selo Amigo do Esporte cumpre dois objetivos. “O plano de governo do Estado de São Paulo e, em segundo, em obediência a uma lei estadual, a lei 16.632/2018, que instituiu o selo amigo do esporte”, disse. Os prêmios foram divididos em cinco categorias: Organização, Instituição, Empresa, Iniciativa Científica e Organização Amiga da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte. Foram vencedoras, respectivamente, a Federação Paulista de Kung-Fu/Wushu, UniSant’Anna, Braskem, Grupo de Pesquisa e Estudos em Comunicação e Marketing no Esporte da USP e o Instituto Cade.

*Com informações da repórter Nanny Cox