Em parceria com a BBL, Pacaembu terá a maior arena de Battle Royale do mundo

Durante a pandemia, foi registrado um aumento de consumo de conteúdo por parte dos players ou jogadores

  • 23/09/2020 07h16 - Atualizado em 23/09/2020 08h05
ReproduçãoA data final para entrega do complexo é o dia 27 de abril de 2023 -- data que marca o aniversário do Pacaembu

A holding de entretenimento voltada aos games e esportes eletrônicos BBL anunciou nesta terça-feira (22) uma parceria com a Allegra Pacaembu, concessionária responsável pela gestão do complexo esportivo do estádio municipal na Cidade de São Paulo. O local terá 482 m² de painéis de LED, possibilitando múltiplas e simultâneas transmissões com capacidade para duas mil pessoas. O CEO da Allegra Pacaembu, Eduardo Barella, diz que serão investidos mais de R$ 95 milhões para fazer o Centro de Esporte Eletrônico e uma nova área de convivência que substituirá o Tobogã — que será demolido.

Durante a pandemia, foi registrado um aumento de consumo de conteúdo por parte dos players ou jogadores — com crescimento de 800% nas vendas de headphones, mouses e teclado. O CEO da BBL, Nando Coen diz que estava buscando uma casa nova e a parceria será um marco que entrará para a história. A partir do ano que vem, a arena será temporariamente sediada no campo em uma infraestrutura provisória já contendo toda a tecnologia da instalação permanente. A data final para entrega do complexo é o dia 27 de abril de 2023 — data que marca o aniversário do Pacaembu.

*Com informações do repórter Victor Moraes