Ex-chanceler do PT, Celso Amorim diz que Bolsonaro é ‘despreparado para o cargo’

Em entrevista à TV argentina, ex-ministro da Defesa comparou o presidente a Donald Trump e o culpou pela invasão feita por seus apoiadores à Esplanada dos Ministérios nesta segunda-feira

  • Por Jovem Pan
  • 08/09/2021 07h48 - Atualizado em 08/09/2021 10h41
RICARDO BASTOS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO RICARDO BASTOS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Celso Amorim mencionou ainda o temor que Bolsonaro passa aos chefes dos outros poderes

O ex-ministro da Defesa, Celso Amorim, disse nesta terça-feira, 7, que empresários, grande parte da imprensa e pessoas com maior poder aquisitivo estão contra o presidente Jair Bolsonaro. Amorim citou a forma como o mandatário lida com a pandemia e a falta de direção para resolver questões internacionais. O ex-ministro fala de uma instabilidade econômica que pouco atraiu capital estrangeiro para o Brasil e disse que o presidente é “despreparado para o cargo”. Segundo ele, Bolsonaro só não foi destituído do poder porque tem maioria na Câmara dos Deputados. Em entrevista ao canal C5N da TV argentina, Celso Amorim mencionou ainda o temor que Bolsonaro passa aos chefes dos outros poderes e o comparou com Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos. O ex-ministro da Defesa terminou a entrevista culpando o chefe do Executivo pela invasão de seus apoiadores na Esplanada dos Ministérios na véspera do 7 de setembro.

*Com informações do repórter Victor Moraes