Ruas mostraram que Bolsonaro não está sozinho, diz Ricardo Salles

Em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is, o ex-ministro do Meio Ambiente também pediu que, após os atos, os Poderes revejam o equilíbrio e a independência entre si

  • Por Jovem Pan
  • 07/09/2021 20h31
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados - 03/05/2021Ex-ministro do Meio Ambiente exaltou o tamanho dos atos desta terça-feira, 7

Em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan, o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, falou sobre os protestos, dizendo que os atos acabaram com a “mentira deslavada” de que Bolsonaro não tinha mais apoio. “Havia um sentimento de que o Bolsonaro não tinha mais apoio. A gente lia em vários canais de comunicação e blogs que ‘O Bolsonaro não tem mais apoio, está esvaziado, etc.’. […] Daqui para frente, o primeiro ponto que muda é essa história de que o Bolsonaro não tem apoio e está sozinho. Mentira  deslavada. As ruas hoje mostraram isso. Mostraram de maneira cabal”, disse Salles. Em seguida, o ex-ministro disse achar imporante que os Poderes revejam o equilíbrio e a independência entre si, visando evitarem invasões de competência. “Daqui por diante, é importante que as instituições, os Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo revejam o equilíbrio entre os Poderes e a independência. Essa equação dos Poderes tem que ser revista no sentido de que há um desequilíbrio evidente de Poder entrando na esfera de competência de outro Poder de maneira sistematizada. Não cabe no regime constitucional essa invasão de competências”, analisou.

Milhares de pessoas se reuniram nesta terça-feira, 7, em atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e em comemoração ao 7 de setembro. Além de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, ao menos outras catorze capitais registraram protestos, sendo elas: Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Vitória, Goiânia, Salvador, Recife, Fortaleza, Maceió, São Luís, Belém, Manaus, Porto Velho e Boa Vista. Algumas delas também tiveram protestos contra o chefe do Executivo. Em São Paulo, os manifestantes se concentraram na Avenida Paulista, uma das mais famosas da cidade, e viram o presidente fazer um discurso duro contra o ministro Alexandre de Moraes. “Sai, Alexandre de Moraes, deixa de ser canalha. Deixe de oprimir o povo brasileiro, deixe de censurar o seu povo brasileiro”, disse Bolsonaro durante seu discurso na capital paulista.

Confira a íntegra do programa desta terça-feira, 7: