Ex-chefe de inteligência militar chavista diz que Venezuela financiou Lula

Acusação de Hugo Carvajal foi feita à justiça espanhola por meio de uma carta enviada ao juiz Manuel García-Castellón

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2021 12h00 - Atualizado em 20/10/2021 12h21
ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOAlém de Lula, segundo Carvajal outros políticos e partidos de esquerda europeus e da América Latina também foram beneficiados

O ex-chefe de inteligência militar chavista, Hugo Armando Carvajal Barrios, conhecido como Pollo Carvajal, afirmou que a Venezuela financiou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e outros políticos brasileiros de esquerda. Carvajal, que foi preso no mês passado, em Madri, e era considerado o fugitivo mais procurado dos Estados Unidos por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e colaboração com as forças armadas revolucionárias da Colômbia, as FARC, deu a declaração à justiça espanhola por meio de uma carta enviada ao juiz Manuel García-Castellón. O general chavista disse que os governos de Hugo Chávez e Nicolás Maduro enviaram dinheiro a partidos e políticos de esquerda de países europeus e da América Latina, incluindo o Brasil, a Argentina e a Bolívia. Ele não detalha como se daria o pagamento, mas assegurou que o esquema de financiamento ilegal durou pelo menos 15 anos. Segundo Carvajal, foram beneficiados os ex-presidentes Lula, Néstor Kirchner e Evo Morales. Até o momento, Carvajal continua preso na Espanha e sua extradição para os Estados Unidos é negociada. Em nota, a assessoria de Lula negou que ele tenha recebido dinheiro da Venezuela e que todos do ex-presidente foram quebrados e nenhuma irregularidade encontrada.

*Com informações do repórter Fernando Martins