Ex-vereador do Rio, Dr. Jairinho vira réu por estupro de ex-namorada

Segundo denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro, crime aconteceu em outubro de 2015

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2021 06h30 - Atualizado em 18/11/2021 09h01
Vitor Brugger/AM Press/Estadão ConteúdoEx-vereador segue preso no Complexo de Bangu, na capital fluminense, desde abril

O ex-vereador do Rio de Janeiro, Dr. Jairinho, virou réu em outro processo no Estado. Dessa vez, ele é acusado de estupro. A denúncia foi feita pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) em meados deste ano e acolhida pelo 3º juizado de violência doméstica, localizado em Jacarepaguá. O processo está em sigilo de Justiça. Na denúncia, o MPRJ afirma que o crime foi cometido em outubro de 2015, quando o réu teria drogado a ex-namorada e praticado sexo com ela sem consentimento, inclusive com conjunção carnal consistente em sexo anal, segundo a entidade. A defesa de Jairinho diz que a denúncia não se sustenta. O ex-vereador segue preso no Complexo de Bangu, na capital fluminense, desde abril. Ele é acusado de ter espancado até a morte Henry Borel, de quatro anos. A mãe do menino, professora Monique Medeiros, também segue detida no Rio de Janeiro.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga