Faturamento da indústria de máquinas e equipamentos cresce 18,6% em abril

Em relação ao mesmo período do ano passado, o setor registrou uma expansão de 3,6%

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2022 06h59 - Atualizado em 30/06/2022 07h32
Foto de Alf Ribeiro/Folhapress) Alf Ribeiro/Folhapress Demonstração de máquinas agrícolas durante a Agrishow, Feira Internacional de Tecnologia Agricola em Ação

Apesar dos impactos da pandemia e da guerra na Ucrânia, a indústria de máquinas e equipamentos espera fechar 2022 com números positivos. O setor registrou um faturamento líquido em maio superior a 18,6% sobre abril, com R$ 28 bilhões. Em relação ao mesmo período do ano passado a expansão é de 3,6%. As exportações totalizaram US$ 1 bilhão, uma alta de 21% sobre abril e 33% sobre maio de 2021. O presidente do conselho da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), João Carlos Marchesan, ressalta o bom desempenho na Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow) e na Feira Internacional de Maquinas e Equipamentos (Feimec) e acredita em um balanço positivo neste ano.

“Nossa estimativa para o ano é [crescimento] de 3,8%, sendo que o setor de máquinas agrícolas deve crescer 9% e as nossas exportações na faixa de 15%. A despeito de tudo, continuamos crescendo a Abimaq não para, não parou. Nós tivemos os grandes desafios da Covid-19 na época da pandemia, ultrapassamos tudo isso e continuamos crescendo. Isso é a pungência da indústria brasileira e que a Abimaq representa que é a indústria de bens de capital. Continuamos com números positivos de empregos crescendo também”, exaltou Marchesan.

A indústria de bens de capital mede os investimentos no país, o consumo aparente de máquinas e equipamentos, que engloba também as importações, registrou crescimento em comparação com o mês anterior e, com o ajuste sazonal, o crescimento chegou a 9%.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos