Covid-19: Fiocruz amplia capacidade de testes a partir desta segunda-feira

A nova unidade terá capacidade para liberar até 15 mil resultados de exames moleculares por dia

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2020 06h15 - Atualizado em 10/08/2020 08h06
Leopoldo Silva / Agência SenadoA inauguração acontece um dia após o Brasil atingir mais de 101 mil óbitos pela doença

Será inaugurada nesta segunda-feira, 10, a unidade de apoio ao diagnóstico da Covid-19 da Fiocruz, que vai ampliar o processamento de testes para detecção do coronavírus. O ministro interino da saúde, Eduardo Pazuello, estará presente na inauguração da unidade que terá capacidade para liberar até 15 mil resultados de exames moleculares por dia. A inauguração acontece um dia após o Brasil atingir mais de 101 mil óbitos pela doença. Segundo o ministério da saúde, o país tem ao todo 3.035.422 casos da doença. O número de curado é de 2.118.460, o que representa uma taxa de recuperação de 69,8%.

Em homenagem às vítimas do coronavírus, o arcebispo do Rio de Janeiro, Oraní Tempésta, celebrou uma missa aos pés do Cristo Redentor. O evento não teve público e contou apenas com as pessoas que organizaram a celebração. O cardeal lamentou as mortes e pediu responsabilidade aos cidadãos. Ainda no domingo, por meio de uma rede social, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as vítimas do coronavírus. Na publicação, ele criticou o isolamento e lamentou as mortes independente da causa. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes também prestou condolências aos familiares que perderam entes pela doença. Ele criticou a postura do governo na condução da pandemia e afirmou que o Brasil é um mau exemplo a ser seguido. Com o marco de 100 mil mortos, o STF e o Congresso Nacional declararam luto oficial.

*Com informações da repórter Camila Yunes