GCM é detido suspeito de fornecer armas para quadrilhas no interior de SP

Ao todo foram apreendidas 31 armas entre fuzis, pistolas, espingardas e garruchas

  • Por Jovem Pan
  • 30/09/2020 08h30
ReproduçãoEm nota, a assessoria da Prefeitura diz que a Guarda não foi informada sobre o caso

Um guarda foi preso em Americana após ser flagrado por policiais civis do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) com um arsenal de armas de fogo no porta-malas de um carro de luxo. Segundo a Polícia, Fernando Vecchi Arcanjo, de 40 anos, dirigia um Camaro quando foi interceptado. Os investigadores apuram uma denúncia de que o suspeito seria fornecedor de quadrilhas envolvidas com roubos.

O delegado João Carlos Miguel Hueb, da 5º Delegacia de Roubo a Bancos, indica como agia o suspeito. “Havia um individuo na cidade que locaria armas de fogo de calibre restrito com poder de alta destruição e venderia as munições para quadrilhas especializadas em roubo a banco e carros-fortes”, disse. Ao todo foram apreendidas 31 armas entre fuzis, pistolas, espingardas e garruchas. A polícia não descarta hipótese do GCM fazer parte de uma organização criminosa.

O GCM deve responder por porte ilegal de arma de uso restrito. Em nota, a assessoria da Prefeitura diz que a Guarda não foi informada sobre o caso, mas que vai apurar a questão para tomar internamente as medidas cabíveis, se houver necessidade. A corporação acrescenta que não aceita práticas criminosas por seus servidores.

*Com informações do repórter Daniel Lian