Governo de SP negocia fornecimento adicional de oxigênio nesta segunda

Negociação entre a secretaria da saúde e empresas acontece após dez pacientes serem transferidos de uma UPA da capital paulista por problemas na distribuição do insumo

  • Por Jovem Pan
  • 22/03/2021 05h51 - Atualizado em 22/03/2021 05h55
Mister Shadow/Estadão ConteúdoO anúncio da negociação foi feita pelo governador João Doria nas redes sociais

O Estado de São Paulo tenta fechar novos contratos para o fornecimento adicional de oxigênio aos hospitais estaduais. Uma reunião entre a secretaria de saúde e empresas do setor deve acontecer nesta segunda-feira, 21, às 9h. O anúncio da negociação foi feita pelo governador João Doria nas redes sociais. A medida acontece depois que dez pacientes tiveram que ser transferidos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ermelino Matarazzo, na Zona Leste da capital paulista, por problemas no fornecimento de oxigênio. Sete pacientes foram levados para o Hospital Municipal Professor Waldomiro de Paula e os outros três na AME Luiz Roberto Barradas Barata. Segundo a prefeitura de São Paulo, a transferência foi feita por precaução, já que a unidade aguardava uma carga de oxigênio que teria atrasado. O fornecimento do insumo hospitalar na UPA já foi normalizado.

*Com informações da repórter Carolina Abelin