Governo espera gastar quase R$ 2 bi com produção de vacina da Covid-19

Ainda não está definido, porém, quem vai receber a vacina contra o novo coronavírus em primeiro lugar

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2020 06h07 - Atualizado em 04/08/2020 07h53
Leandro Ferreira/Estadão ConteúdoO último balanço do Ministério da Saúde mostra que nós já temos no país 2.750.318 milhões de casos de Covid-19 e 94.665 mil mortos

O governo anunciou que vai investir R$ 1,9 bilhão para garantir 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. O ministério da Economia já está analisando a medida provisória para disponibilização dos recursos e a expectativa é de o acordo seja assinado até o dia 14 agora de agosto. A maior parte dos recursos será destinado ao pagamento do laboratório AstraZeneca e o restantes deverá ser repassado para a Fiocruz e Biomanguinhos.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, explicou no entanto, que ainda não está totalmente definido quem vai receber a vacina contra o novo coronavírus em primeiro lugar. Ainda não está claro também se cada pessoa vai receber uma ou duas doses. O secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério, Hélio Angotti Neto, por sua vez, foi mais direto, apontou grupos prioritários — lembrando que até o fim do ano isso pode mudar.

O último balanço do Ministério da Saúde mostra que nós já temos no país 2.750.318 milhões de casos de Covid-19 e 94.665 mil mortos. Nas ultimas 24 horas foram confirmados mais 16.600 mil novos casos e 561 novas mortes. A boa notícia é que nós já temos mais de 1,9 milhão de pacientes recuperados. Segundo o Ministério da Saúde, já foram distribuídos mais de 9 mil ventiladores pulmonares, 13,3 milhões de testes e o governo afirmou que comprou também os medicamentos para intubação que estavam em falta em diversos estados brasileiros.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin