Especialistas em imunização fazem audiência pública nesta terça para debater a vacinação infantil

Vacinas da Pfizer, que serão utilizadas no grupo, devem chegar ao Brasil na semana do dia 10 de janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2022 06h32 - Atualizado em 03/01/2022 07h42
Marcelo Camargo/Agência Brasil criança vacinando Vacinação de crianças deve começar neste mês no Brasil

A coleta de dados da consulta pública realizada pelo governo federal a respeito da vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19 aconteceu do dia 24 de dezembro até o domingo, 2 de janeiro. O objetivo era conhecer as dúvidas e as contribuições da sociedade científica e da população sobre a imunização das crianças na faixa etária de 5 a 11 anos contra a Covid-19, que foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no último dia 16. O Ministério da Saúde já se manifestou, orientando que a vacinação não deve ser obrigatória e, para a aplicação do imunizante nessa faixa etária, devem ser exigidas prescrição médica e autorização dos pais ou responsáveis mediante assinatura de termo de assentimento. A inclusão das crianças no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação vai priorizar aquelas com deficiência permanente ou comorbidades e também as que convivam em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19. No caso de crianças sem comorbidade, a ordem de prioridade vai das mais velhas para as mais novas, iniciando com o grupo de 10 a 11 anos. Nesta terça-feira, 4, especialistas em imunização participam de uma audiência pública sobre a vacinação de crianças para debater o documento do Ministério da Saúde, disponibilizado para a consulta pública. As vacinas da Pfizer, que serão utilizadas, devem chegar ao Brasil na semana do dia 10 de janeiro.

*Com informações da repórter Katiuscia Sotomayor