Grupo Jovem Pan mantém trajetória de inovação contínua, afirma CEO

Grupo chega aos 80 anos com mais de 100 emissoras de rádio afiliadas pelo Brasil, 34 milhões de inscritos no YouTube, 4 bilhões de visualizações e 550 milhões de horas assistidas nas redes sociais

  • Por Jovem Pan
  • 21/06/2022 07h20 - Atualizado em 21/06/2022 12h16
Reprodução/TV Jovem Pan News/Jornal da Manhã Roberto Alves de Araújo é CEO do grupo Jovem Pan Roberto Alves de Araújo é CEO do grupo Jovem Pan

A Jovem Pan completa 80 anos em constante movimento. A emissora mantém sua trajetória de renovação contínua, de inquietação com modelos estabelecidos e muita coragem para mudanças, com um compromisso de atender fielmente ouvintes, internautas e telespectadores, afirma o CEO do grupo Jovem Pan, Roberto Alves de Araújo. “Ela é uma das pioneiras. Eu acho que ela é a de maior sucesso. Porque a Jovem Pan é um case internacional, pelo Google, pelo YouTube, quando você pega uma empresa que nasce em um meio e consegue se transpor para outros meios com a mesma relevância do meio original. No Brasil tem vários casos de tentativa de transpor meios, mas nunca tem a mesma relevância. A Jovem Pan, para cada meio novo que ela distribui o conteúdo dela, ela tem a mesma relevância do meio original”, diz Araújo.

O vice-preside da área de negócios, José Carlos Vianna, coloca que os números comprovam o sucesso inquestionável da emissora que foi comandada por seu Tuta, Antônio Augusto Amaral de Carvalho, e hoje é presidida por Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha. “A Jovem Pan, hoje, possui mais de 100 emissoras espalhadas por todo o Brasil. A gente entrega conteúdo para mais de 200 milhões de brasileiros. Este ano, a gente vai estar na Copa do Catar, algo super-significativo para o grupo, e, por fim, após oito meses de existência da TV Jovem Pan News, a gente é vice-líder na audiência”, conta Vianna.

Tudo começou no estúdio de rádio, onde a Jovem Pan teve centenas de profissionais ao longo das últimas décadas, comentaristas, jornalistas, repórteres, também personalidades, políticos, grandes coberturas foram feitas, operadores, a central técnica conectando os repórteres para entrar no ar, trazendo a informação em tempo real. Depois, veio a entrada do grupo na internet: toda a mudança tecnológica e a Jovem Pan acompanha, levando o seu DNA também para a imagem, para o canal do YouTube. O grupo Jovem Pan chega aos 80 anos com mais de 100 emissoras de rádio afiliadas espalhadas pelo Brasil, 34 milhões de inscritos no YouTube, 4 bilhões de visualizações e 550 milhões de horas assistidas em suas redes sociais, para atingir todo o país e qualquer parte do mundo simultaneamente por meio da internet. Os estúdios passam ter câmeras e, agora, toda migração digital para a TV Jovem Pan News.

O diretor de conteúdo da rede Jovem Pan News, Carlos Aros, ressalta a integração digital entre o rádio, internet e TV. “A Jovem Pan é pioneira nesta integração das plataformas. Somos a maior rede de rádios do Brasil, uma emissora que lidera com uma margem importante em São Paulo, uma das principais praças do país, e que carregou o DNA do rádio para as demais plataformas. O nosso eixo na produção de conteúdo é essa integração. E o rádio está no centro de tudo isso. Não só por causa da nossa força em São Paulo, onde está a nossa origem, o nosso DNA, desde 1942, mas também nas praças. São mais de 100 emissoras produzindo conteúdo regional. Ou seja, a gente leva o conteúdo nacional para essas praças, mas eles também produzem um conteúdo relevante, um conteúdo forte regionalmente, o que aumenta essa presença e a conexão que a Jovem Pan gera com a audiência”, pontua Aros.

A Jovem Pan foi fundada em 25 de setembro de 1942. A emissora entrou no ar em 4 de maio de mil 1944. A partir de 2013, começa uma forte relação com a internet, canais no YouTube e visualizações que levam o Google a tentar entender esse envolvimento com seu público. Até que, em 27 de outubro de 2021, já como uma das principais produtoras de conteúdo da América Latina, o grupo lança a TV Jovem Pan News, um canal de notícias que funciona durante 24 horas por dia que alcança o sucesso rapidamente, como destaca a produtora executiva, Mariana Ferreira.

“A TV Jovem Pan News não tem um ano dentro dos 80 anos da marca. Isso significa que a gente ainda vai crescer muito. Menos de um ano fazendo cócegas no mercado, dando trabalho por aí e tentando criar um conteúdo no qual as pessoas venham com a gente, que as pessoas nos consumam, que as pessoas corram para cá para tentar o que de verdade está acontecendo no universo. A gente quer que a TV continue crescendo junto com o digital, acompanhando a rádio, que vai ser sempre o carro chefe da casa, e fazendo com que o telespectador, o ouvinte, o consumidor de conteúdo, busque e encontre na Jovem Pan uma fonte real de notícia, de verdade e comentários de pessoas que têm opiniões opostas, mas seguem a mesma linha de raciocínio”, argumenta Ferreira.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos