Importante comandante do Talibã está entre as vítimas do ataque terrorista do Estado Islâmico em Cabul

Morte de Hamdullah Mokhils é a principal baixa militar do grupo desde que ele assumiu o poder na capital do país em agosto deste ano

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2021 11h21
EFE / StringerHomem mostra dano causado em uma parede pelo ataque suicida de um dos terroristas que atacaram um hospital militar na última terça-feira, 02

O Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria de mais um ataque terrorista em Cabul, capital do Afeganistão. O ato com explosivos foi realizado na última terça-feira, 02, no hospital militar Sardar Mohammad Daoud Khan. Já são 19 mortos confirmado e 50 feridos. No canal oficial no Telegram, o EI  informou que estiveram envolvidos na ação cinco combatentes, que realizaram ataques simultâneos e coordenados. A ação começou com um ataque suicida a bomba e depois os outros terroristas entraram atirando no hospital. Há diversos relatos de médicos e pacientes tentando se esconder durante o ataque. Entre os mortos está um importante líder do Talibã, Hamdullah Mokhils. Ele teria morrido tentando neutralizar o ataque do Estado Islâmico. Essa é a principal baixa militar do Talibã desde que assumiu o poder em Cabul, em agosto deste ano. A expectativa agora é de que o grupo faça retaliações contra o EI, atacando células do grupo terrorista.

*Com informações do correspondente Renato Senise