Talibã decapitou jogadora de vôlei e publicou fotos, diz treinador

Mahjabin Hakimi não teve idade revelada; morte aconteceu no início de outubro

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2021 01h00
Reprodução/ New York PostJogadora era uma das melhores do time

O técnico do Clube de Voleibol do Município de Cabul, no Afeganistão, informou ao ‘Persian Independent’ que uma de suas melhores jogadoras foi decapitada pelo Talibã. Mahjabin Hakimi foi assassinada e as fotos do massacre foram publicadas nas redes sociais, de acordo com o Suraya Afzali (pseudônimo). A morte aconteceu no início do mês de outubro, mas só foi revelada agora porque a família tinha medo de ameaças. O treinador ainda revelou na entrevista que somente duas atletas suas conseguiram fugir do país. “Todas as jogadoras do time de vôlei e o restante das atletas femininas estão em uma situação péssima, desesperadas e com medo”, disse. “Todos foram forçados a fugir e viver em lugares desconhecidos”, completou. “O Taleban pediu às famílias de nossos jogadores que não permitissem que suas meninas pratiquem esportes, caso contrário, eles serão confrontados com uma violência inesperada”, revelou Afzali.