Israel planeja iniciar vacinação de adolescentes contra a Covid-19

A proposta é imunizar jovens de 12 a 16 anos dentro de um ou dois meses; país aguarda aprovação

  • Por Jovem Pan
  • 13/01/2021 05h39 - Atualizado em 13/01/2021 10h17
EFE/EPA/LOUISA GOULIAMAKIAtualmente, cerca de 7,75% da população de Israel tem entre 12 e 16 anos, segundo dados do Central Bureau of Statistics

Israel planeja vacinar adolescentes, de 12 a 16 anos, contra a Covid-19 dentro de um ou dois meses. O país já iniciou a aplicação da primeira dose da vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech em mais de 20% de sua população. De acordo com autoridades israelenses, pesquisas estão em andamento para determinar a segurança da vacina em jovens. O limite mínimo de idade para as vacinas pode ser reduzido com segurança de 16 para 12 anos. O coordenador nacional para a pandemia de Israel, Nachman Ash, disse em entrevista que o fato de pessoas com menos de 16 anos não sejam vacinadas é preocupante em termos de capacidade para obter imunidade coletiva. A aprovação da agência reguladora é esperada até março.

Atualmente, cerca de 7,75% da população de Israel tem entre 12 e 16 anos, segundo dados do Central Bureau of Statistics. Idosos e adultos israelenses com problemas de saúde e profissionais de setores de alto risco receberam prioridade até o momento. Israel vacina sua população em ritmo recorde mundial e pretende imunizar 5 milhões de seus 9 milhões de cidadãos para reabrir a economia em meados de março.

*Com informações da repórter Lívia Fernanda