João Doria minimiza polarização e fala em ‘via única’ nas eleições de 2022

Para o governador de São Paulo, a melhor alternativa será pelo respeito à democracia e à liberdade e em prol do desenvolvimento econômico, da proteção ambiental e da geração de empregos

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2021 09h12 - Atualizado em 02/07/2021 17h12
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 14/04/2021 O governador João Doria durante entrega das vacinas do Butantan João Doria também defendeu as prévias do PSDB, seus postulantes e considerou que há muito tempo ainda para as eleições

O governador de São Paulo, João Doria, descartou a polarização entre Lula e Jair Bolsonaro para as eleições presidenciais de 2022. O representante estadual cumpriu extensa agenda no interior do Estado e falou sobre a “via única”. “Não quero desrespeitar nem um e nem outro, mas a melhor via será a via eleita pela população, via de respeito pela democracia, pela liberdade, desenvolvimento econômico, proteção ambiental, geração de empregos, pela honestidade e a decência na administração pública e de proteção e valores da vida, inclusive a saúde”, disse na ocasião. Doria também defendeu as prévias do PSDB, seus postulantes e considerou que há muito tempo ainda para as eleições do ano que vem. “Até lá consolidados estaremos todos dentro de uma grande frente democrática para proteger o Brasil e os brasileiros.”

João Doria esteve em Jaú para o início das obras de duplicação da rodovia Otávio Pacheco de Almeida Prado, orçadas em R$ 136 milhões. Ele também anunciou investimentos em estradas vicinais, aporte de recursos do “Programa Nossa Casa – Apoio” de R$ 7 milhões para a construção de 700 moradias em Jaú e Pederneiras, além de entregar ônibus escolares e participar da audiência pública para a microrregião de Jaú. O governador também esteve em Lençóis Paulista para obras de conservação na SP-273 e em rodovias vicinais, orçadas em R$ 22,5 milhões, e anunciou também aporte ao “Programa Nossa Casa – Apoio” de R$ 5,6 milhões para 558 moradias em Lençóis Paulista e em Barra Bonita, além da construção de 73 unidades em Areiópolis.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos