Leis restringem acesso às cédulas de votação nos Estados Unidos

Segundo os republicanos, que defendem a mudança, haverá mecanismos para impor requisitos mais severos para identificação do eleitor; democratas são contrários

  • Por Jovem Pan
  • 27/07/2021 11h10 - Atualizado em 27/07/2021 16h36
EFE/Erik S. Lesser EFE/Erik S. Lesser Segundo os apoiadores da proposta, vai ficar mais difícil o voto antecipado e também o voto por correspondência

Nos Estados Unidos, 28 leis promulgadas em pelo menos 17 Estados, incluindo a Flórida, desde o ano passado, restringem o acesso às cédulas de votação, sendo a maioria dos locais de poder republicado. Segundo os apoiadores da proposta, vai ficar mais difícil o voto antecipado, o que é comum no país, e também o voto por correspondência. Além disso, há uma garantia de que também não acontecerão mais casos de eleitores que eram dados como mortos tendo votos computados, por exemplo. Segundo os defensores, haverá um mecanismo que vai impor requisitos mais severos para identificação do eleitor. Enquanto os republicanos defendem os pontos positivos, os democratas afirmam que essa mudança tem o objetivo de impedir uma eleição recorde como em 2020. Outras leis restritivas de votos também podem ser promulgadas em outros Estados, alterando o cenário eleitoral do país.

*Com informações do correspondente Eliseu Caetano