Moraes depõe à PF sobre agressões sofridas em aeroporto de Roma

Filhos acompanharam o ministro do STF na Superintendência da corporação em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2023 07h47 - Atualizado em 25/07/2023 07h54
TON MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Alexandre de Moraes Ministro Alexandre de Moraes presta depoimento à Polícia Federal sobre agressões sofridas em aeroporto de Roma

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), prestou depoimento nesta segunda-feira, 24, à Polícia Federal (PF) sobre as agressões sofridas no aeroporto de Roma, na Itália. Ele foi acompanhado de sua esposa e advogada Viviane Barci de Moraes, além dos três filhos, que também prestaram depoimento à superintendência da corporação em São Paulo. Moraes foi hostilizado no último dia 14. O casal Roberto Mantovani Filho e Andrea Mantovani xingou o ministro de “bandido, comunista e comprado” e, segundo a Polícia Federal, o homem chegou a agredir fisicamente o filho do ministro. Alex Zanatta, genro de Andrea e Roberto, se juntou aos dois disparando palavras de baixo calão. Moraes estava acompanhado de seus familiares no aeroporto. O ministro retornava da Universidade de Siena, onde realizou uma palestra no Fórum Internacional de Direito. As informações foram confirmadas por interlocutores da PF e do Ministério da Justiça. Os três brasileiros se tornaram alvos de um inquérito da Polícia Federal, mas não chegaram a ser presos. No último dia 18, Roberto e Andrea negaram ter agredido ou ter empurrado o filho de Alexandre de Moraes. Ambos prestaram depoimento à PF em Piracicaba.

*Com informações do repórter David de Tarso.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.