Mostra HBC Casa Saudável traz tecnologias para saúde e bem-estar

Evento apresenta conceitos voltados para espaços residenciais e comerciais atendendo a princípios de sustentabilidade e saudabilidade

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2021 11h29 - Atualizado em 12/09/2021 11h59
Reprodução / Jovem PanEm São Paulo, a Mostra HBC Casa Saudável apresenta tecnologias voltadas para residências, espaços comerciais, hotéis, entre outros

A saúde e o bem-estar fazem parte das políticas públicas dos governos em todo o mundo e estão em destaque na agenda de metas da ONU para serem cumpridas até 2030. Nesse cenário, organizações e empresas ligados a seguimentos do setor imobiliário, construção e arquitetura, aplicam novos conceitos para tornar espaços em locais mais saudáveis e sustentáveis. Em São Paulo, a Mostra HBC Casa Saudável apresenta tecnologias voltadas para residências, espaços comerciais, hotéis, entre outros. A gente de viagens Lídia Ursilli visitou o local e conta que a proposta traz novos conhecimentos. “Achei maravilhosa, a gente aprende tanto do que será o futuro para os jovens e as crianças, que são crescer com plena sustentabilidade. É muito válida”, afirma. Para a aposentada Lia Abreu, o conceito é a tendência do futuro. “Achei muito interessante porque a tendência são casas sustentáveis, madeira, o algodão, tudo sustentável e é o futuro.”

Todos os ambientes foram desenvolvidos com tecnologias que atendem aos princípios de sustentabilidade e saudabilidade, de fácil execução e acessível para o público em geral. Um dos ambientes em exposição reproduz o quarto e banheiro de um hotel em Gramado, no Rio Grande do Sul, vencedor de diferentes prêmios da categoria. A engenheira responsável pelo projeto, Lourdes Cristina, explica que o resultado vem de análises feitas no mercado feitos pela Healthy Building Certificate, que tem como objetivo colocar os usuários em prioridade. “Todas as madeiras são com selo de áreas de manejo então exigimos a documentação. Todos os enxovais foram pensados nas cores corretas para que você tenha o descanso, todas as instalações elétricas ficam distantes da cabeça, coisa que em outros processos não é observado”, explica.

Ainda segundo ela, atualmente somos bombardeados por produtos químicos e perigos em vários ambientes e espaços, o que não acontece no projeto, que não usa metais cromados. O proprietário da rede Sky Hotéis, Hilário Krauspenhar, onde o quarto modelo foi desenvolvido, disse que pretende levar o conceito para os próximos hotéis da rede. “A gente apostou na parte do ecologicamente correto da ONU, procuramos uma engenheira e hoje estamos em primeiro hotel premiado no mundo. Isso é uma honra para mim.

*Com informações da repórter Caterina Achutti