Motoristas paulistanos têm dificuldade nas ruas por causa dos buracos na cidade

Segundo a prefeitura, foram feitos mais de 102 mil pedidos de tapa buraco de janeiro a setembro, quase 400 por dia, e a demora para atender a demanda é de uma semana

  • Por Jovem Pan
  • 25/10/2021 08h31 - Atualizado em 25/10/2021 11h36
Renato S. Cerqueira/Estadão ConteúdoMotoristas reclamam dos buracos na cidade de São Paulo e dizem que danificam os veículos

Em algumas ruas e avenidas de São Paulo é preciso passar com muito cuidado para não bater o carro ou danificá-lo. Lixo e buracos se espalham por todas as regiões da cidade e tornam o tráfego intransitável em alguns trechos. A chuva dos últimos dias tem complicado a vida dos motoristas. Um tormento para quem depende do veículo para trabalhar, como o caso da taxista Rosângela Maria da Silva, que reclama da falta de manutenção. “Você passa, quebra o carro, ou não tem condições de passar, fica desviando, corre riscos. As ruas estão desse jeito. A gente paga caro para andar, paga caro pelo combustível, paga caro pelos buracos também, porque quebra o carro, estraga”, afirma. No centro de São Paulo é comum ver os problemas citados pela taxistas, lixo, esgoto a céu aberto e enormes buracos que atrapalham a vida dos motoristas. Segundo a Secretaria de Inovação e Tecnologia, de janeiro a setembro deste ano, foram feitos mais de 102 mil pedidos de tapa buraco, quase 400 por dia. Em nota, a prefeitura informou que o tempo para atender essas solicitações é de em média uma semana.

*com informações do repórter Vinícius Moura