Negociação de imóveis pela internet ganha impulso na pandemia 

As escrituras de compra e venda passaram de 63 mil, no mês de maio, para 90 mil em julho, com crescimento em todos os estados brasileiros

  • Por Jovem Pan
  • 26/08/2020 07h48 - Atualizado em 26/08/2020 08h43
Reprodução/Guarujá Bay ImóveisOs registros da compra de imóveis, cessões, doações e incorporações, antes realizados de forma exclusivamente presencial, passaram a ser feitos remotamente e assinados eletronicamente

Transações imobiliárias crescem 43% após a regulamentação dos atos eletrônicos em cartórios. Os registros da compra de imóveis, cessões, doações e incorporações, antes realizados de forma exclusivamente presencial, passaram a ser feitos remotamente e assinados eletronicamente, inclusive via smartphones, com a autorização do Conselho Nacional de Justiça, avalia o diretor do Colégio Notarial do Brasil, Conselho Federal, Andrey Guimarães Duarte.

As escrituras de compra e venda passaram de 63 mil, no mês de maio, para 90 mil em julho, com crescimento em todos os estados brasileiros. O destaque é o Amapá, que registrou alta de 1100%, Amazonas, 147%, Alagoas, 89%, Maranhão 84%, Roraima e Sergipe, 84% e Ceará 75%.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos