Novembro Azul: Consultas urológicas têm queda de 33% no SUS em 2021

Estados que registraram as maiores reduções foram Acre, Mato Grosso e Rio Grande do Norte; especialista alerta para as consequências da falta de diagnóstico

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2021 08h22 - Atualizado em 02/11/2021 08h56
Pixabay Médico realiza consulta com paciente Dados do Ministério da Saúde revelam que neste ano houve uma redução de 21% nas cirurgias para retirada da próstata

A campanha do Novembro Azul completa neste mês 10 anos alertando a população masculina do Brasil sobre os cuidados com a saúde. Dados do Ministério da Saúde revelam que neste ano houve uma redução de 21% nas cirurgias para retirada da próstata na comparação entre 2019 e 2020. O número de consultas urológicas no Sistema Único de Saúde (SUS) também caiu 33% no mesmo período. Os Estados que registraram as maiores quedas foram Acre (90%), Mato Grosso (69%) e Rio Grande do Norte (50%). Os principais fatores de risco para desenvolvimento da doença são: obesidade e histórico familiar de câncer de próstata em pai, irmão ou tio.

O secretário-geral da Sociedade Brasileira de Urologia, Alfredo Canalin, afirma que a recomendação é que os homens, a partir de 50 anos, mesmo sem apresentar sintomas, procurem um profissional especializado para realizar uma avaliação. “A nossa preocupação é que esses diagnósticos não realizados possam dificultar que esses pacientes tenham uma doença localizada. Além disso, existe uma demanda reprimida e na hora que ela começar a retornar vai exigir que nós nos preparemos para atender todos os pacientes”, ressalta.

Para estabelecer um diálogo com a comunidade, a Sociedade Brasileira de Urologia preparou, ao longo do mês de novembro, uma série de ações para chamar a atenção ao problema. Com o slogan “Saúde também é papo de homem”, a entidade preparou uma programação dirigida em suas redes sociais. Às quartas-feiras vão ocorrer lives com especialistas. Posts e vídeos com o objetivo de tirar dúvidas vão reforçar a mensagem de autocuidado. Semanalmente, um podcast na Rádio SBU estará disponível nas plataformas de streaming.

*Com informações do repórter Victor Moraes