Novo presidente do Chile anuncia gabinete de governo com maioria feminina

Entre os nomes mais conhecidos está o de Maya Fernández Allende, neta do ex-chefe de Estado socialista Salvador Allende

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2022 08h48
EFE/Alberto Valdés Gabinete do governo de Gabriel Boric Mulheres ocuparão 14 dos 24 ministérios do governo chileno

O presidente eleito do Chile, Gabriel Boric, anunciou o futuro gabinete formado majoritariamente por mulheres. Dos 24 ministérios, 14 serão ocupados por mulheres. Entre os nomes mais conhecidos está o de Maya Fernández Allende, neta do ex-presidente socialista Salvador Allende, deposto e morto durante o golpe de estado liderado pelo general Augusto Pinochet. Ela vai ocupar a pasta da Defesa. Outra figura do destaque é  Izkia Siches no Ministério do Interior e Segurança Pública. A médica chefiou a campanha de Boric e presidiu o colégio médico do país durante o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Outro nome que chamou a atenção é o de Mario Marcel, atual presidente do Banco Central Chileno, nome bem recebido pelo mercado. Boric qualificou o gabinete como “diverso”, com pessoas de origem e formações distintas, e ressaltou que o gabinete tem a missão de lançar as bases para as grandes reformas. “Esse gabinete tem a missão de colocar o cimento para a grande reforma que estamos propondo levar a adiante”, disse o presidente. O novo governo chileno toma posse em 11 de março.

*Com informações da repórter Caterina Achutti