PGR abre seis investigações envolvendo Bolsonaro com base em relatório da CPI

Conjunto de apurações preliminares também cita ministros do governo e parlamentares

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2021 06h46 - Atualizado em 03/12/2021 10h13
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOComo as investigação estão em sigilo, não se sabe o teor das seis que envolvem o presidente

A Procuradoria-Geral da República (PGR) iniciou seis investigações envolvendo o presidente Jair Bolsonaro. O conjunto de apurações preliminares, que cita também ministros do governo e parlamentares, teve como base o relatório final da CPI da Covid-19. Ao longo dos seis meses de trabalho, sem nenhuma prova adicional produzida, a comissão pede o indiciamento de 72 pessoas e duas empresas. Dez petições foram apresentadas ao Supremo Tribunal Federal (STF), na semana passada, e relacionam 12 autoridades com foro privilegiado. Algumas delas aparecem em mais de um processos. Ao presidente, o relatório da CPI atribui nove crimes, entre eles emprego irregular de verbas públicas e crime de responsabilidade, como violação de direito social. Entretanto, como as investigação estão em sigilo, não se sabe o teor das seis que envolvem o presidente. Agora, mesmo se o STF entender que houve indícios de crime, é necessária a autorização do Congresso para abrir processo contra o mandatário.

*Com informações da repórter Katiuscia Sotomayor