PMs que espancaram jovem negro em shopping são esperados em delegacia

De acordo com a polícia do Rio de Janeiro, os agressores devem ser autuados por racismo e de abuso de autoridade

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2020 09h05 - Atualizado em 10/08/2020 09h05
Divulgação/PMRJA agressão só foi parada quando alguns clientes do shopping presenciaram a situação e começaram a filmar os dois policias militares

Estão sendo aguardados ainda nessa semana, na delegacia da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, os dois policiais militares que agrediram um jovem negro inocente em um shopping na semana passada. Matheus Fernandes, de 18 anos, foi a uma loja de departamento para trocar um presente que daria ao pai neste domingo, 09, Dia dos pais. Ele estava com o produto e a nota fiscal quando foi abordado por dois policiais que estavam a paisana. Matheus foi agredido e imobilizado. A agressão só foi parada quando alguns clientes do shopping presenciaram a situação e começaram a filmar os dois policias militares, que trabalham como seguranças.

Os agressores já foram identificados pelos investigadores da Polícia Civil fluminense. De acordo com a polícia do Rio de Janeiro, ambos devem ser autuados por racismo e de abuso de autoridade. Se condenados, podem pegar uma pena de até três anos de reclusão. É muito comum no Rio, segundo fontes da Jovem Pan, que empresas de segurança contratem policiais militares, durante dias de folga da função, para ficarem a paisana circulando em estabelecimentos comerciais.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga