Prefeitura intensifica fumacê para combater pernilongos em SP

Bruno Covas (PSDB) disse que a aplicação de inseticida vem ocorrendo desde o início de agosto e continuará nas próximas semanas

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2020 07h48 - Atualizado em 15/09/2020 08h58
FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDOA desagradável situação não se limita, no entanto, aos bairros da zona leste da capital

Moradores de São Paulo reclamam de infestações de mosquitos e pernilongos durante a onda de calor intenso na capital. A dentista Miriam Cobre, de 62 anos, mora na zona leste, bem próxima ao rio. Ela conta que é a primeira vez que enfrenta esse calor em pleno inverno. Miriam fez a solicitação para que uma equipe da prefeitura possa auxiliar no combate aos indesejáveis mosquitos. “Tá insuportável. A gente tem que colocar ventilador, além do mata-mosquito, passar repelente. Direto. Tem um site da Prefeitura que dizem que dá para fazer a solicitação”, afirma.

A desagradável situação não se limita, no entanto, aos bairros da zona leste da capital. No bairro da Bela Vista, o coordenador de casting de uma agência de moda Alisson Lopes Mota também se sente devorado pelos pernilongos. O jovem conta que pode até passar calor, mas em hipótese alguma deixa as janelas abertas durante a noite. “Nossa, é difícil. Não dá pra dormir de janela aberta, não. E isso não é só na minha casa, na casa da minha namorada também tem. É tenso.”

A reação da Prefeitura é conhecida: Na semana passada, a administração fez a aplicação do fumacê por três dias no bairro de Pinheiros. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse ainda que a aplicação de inseticida vem ocorrendo desde o início de agosto e continuará nas próximas semanas. Na semana passada, moradores da Zona Oeste fizeram um abaixo assinado e reuniram mais de dezessete mil adesões pedindo ações concretas contra as infestações. Segundo os moradores, as margens do rio não passam por dedetização há anos.

*Com informações do repórter Victor Moraes