Prefeitura nega aglomerações e diz que vai voltar a abrir a Avenida Paulista ao público no domingo

Gestão municipal distribuiu álcool em gel e mais de 1.200 máscaras aos pedestres; agentes também entregaram folhetos sobre a importância dos protocolos sanitários e do distanciamento social

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2021 08h40 - Atualizado em 20/07/2021 10h44
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDOSegundo o prefeito Ricardo Nunes, apesar do movimento de pedestres, ciclistas, ambulantes e artistas, não houve aglomerações no local

A Prefeitura de São Paulo avaliou como positiva a abertura da Avenida Paulista para lazer no último domingo, 18, e vai repetir a experiência no próximo final de semana. A via ficou fechada para o trânsito das 8h às 12h e, apesar do horário reduzido, atraiu um grande público. O prefeito Ricardo Nunes afirmou nesta segunda-feira que os resultados ainda serão analisados e ressaltou que apesar do movimento de pedestres, ciclistas, ambulantes e artistas, não houve aglomerações no local. “Lembrando muito que a questão da Paulista é um local aberto. Melhor eles saírem em um local aberto do que em um local fechado. Já um ano e meio de pandemia, então há toda uma estratégia dentro nesse contexto de que as pessoas possam ir em locais abertos, seguros, ao ar livre”, afirmou. Para orientar os frequentadores, a prefeitura distribuiu álcool em gel e mais de 1.200 máscaras. Agentes também entregaram folhetos sobre a importância dos protocolos e do distanciamento social, o que deve ser repetir no próximo domingo, 25.

*Com informações da repórter Camila Yunes