Secretário de Saúde de SP planeja aplicar segunda dose em toda população da capital até dezembro

Edson Aparecido foi entrevistado pelo programa ‘Jornal da Manhã’ deste domingo, 18; ele reforçou compromisso de dar primeira dose a todas as pessoas com 18 anos ou mais até agosto

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2021 13h12
YAGO FROTA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOCapital pretende vacinar todos os adultos com as duas doses até o fim do ano

O secretário de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, conversou com o Jornal da Manhã, da Jovem Pan, neste domingo, 18, sobre o avanço do esquema vacinal na capital, que começa a imunizar quem tem 34 anos a partir desta segunda-feira, 19, a população com 33 na terça-feira, 20, e com 32 na quarta-feira, 21. Na quinta-feira, 22, serão imunizados aqueles com 31 anos e na sexta-feira, 23, quem tem 30 anos. Até o momento, 8,6 milhões de doses foram aplicadas. “Estamos em um ritmo agora muito importante para que a gente consiga até o dia 20 de agosto vacinar todas as pessoas com mais de 18 anos aqui na cidade de São Paulo”, afirmou. O secretário citou a garantia do fornecimento de vacinas pelo Plano Nacional de Imunização e a antecipação de algumas doses para municípios e até mesmo para a capital por parte da Secretaria Estadual de Saúde como responsáveis pelo cumprimento rigoroso do calendário de vacinados nos últimos 15 dias.

Aparecido lembrou da importância de se tomar a segunda dose da vacina para garantir a imunização e lembrou que a prefeitura fez um trabalho de busca ativa para procurar as pessoas dentro das residências delas. “Pegamos um ritmo na aplicação de segunda dose que vai nos permitir até o final de novembro comecinho de dezembro, aplicarmos a segunda dose em toda a população da cidade”, estimou. O secretário lembrou da importância da vacinação independente da marca do imunizante, já que todos os que são aplicados em São Paulo têm comprovação científica atestada e são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e disse que a vacinação em massa é que foi responsável pela diminuição de pessoas nas UTIs e avanço da reabertura de pontos como a Avenida Paulista.

Confira o “Jornal da Manhã” deste domingo, 18, na íntegra: