Produção de motos aumenta, mas tem desempenho afetado por falta de peças

Em abril, saíram das fábricas 122 mil motocicletas — uma queda de 2,8% sobre março, que teve três dias úteis a mais

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2021 10h46
ELIANE NEVES/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOA Abraciclo espera atingir 1,06 milhão de motocicletas em 2021, uma expectativa de 10% de crescimento sobre o ano passado

Produção de motos registra melhor resultado desde 2019 e volume somente não é maior por falta de peças e componentes na cadeia. A fabricação mantém uma recuperação com 359 mil unidades no quadrimestre, alta de 20% na comparação com o mesmo período de 2020. Hoje o mercado ainda registra falta de modelos nas concessionárias. É o que explica o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian. “O equilíbrio entre oferta e demanda de alguns modelos foi normalizado. Outros, no entanto, ainda exigem que o consumidor aguarde um pouco mais. Estão extraindo das plantas de produção para atender os pedidos rapidamente.” Em abril, saíram das fábricas 122 mil motos — uma queda de 2,8% sobre março, que teve três dias úteis a mais. A pandemia da Covid-19 expandiu o delivery em duas rodas e as motos também são alternativas ao transporte público no período. A Abraciclo espera atingir 1,06 milhão de motocicletas em 2021, uma expectativa de 10% de crescimento sobre o ano passado.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos