Produção de motos ultrapassa 104 mil unidades e tem alta de 14,5% em novembro

Abraciclo destacou, porém, o forte impacto da pandemia da Covid-19 no setor

  • Por Jovem Pan
  • 15/12/2020 07h13 - Atualizado em 15/12/2020 07h14
Gabriel Jabur/ Agência BrasilFermanian ressalta que, embora o ano termine com queda na produção, o segmento foi menos afetado que outros setores

A produção de motos ultrapassou 104 mil unidades em novembro, o segundo melhor resultado do ano — com uma alta de 14,5% sobre outubro. O presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, reforça o crescimento de 12% sobre novembro de 2019, mas lembra o forte impacto da pandemia da Covid-19. “Nos meses de abril e maio a nossa produção foi praticamente zero. E devemos concluir o ano com uma queda de 15% e a produção de 937 mil.”

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares lamenta a falta de componentes na retomada econômica. O delivery elevou os pedidos, mas o setor não conseguiu atender a demanda e há ainda limitações nas fábricas. “Hoje, de fato, um dos principais fatores que inibem o avanço significativo da produção são os protocolos de segurança que somos obrigados a fazer dentro das nossas fábricas”, disse. Marcos Fermanian coloca que, embora o ano termine com queda na produção, o segmento foi menos afetado na comparação com outros setores da indústria.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos