Quando os carros autônomos estarão nas ruas do Brasil?

Automóveis que circulam sozinhos, sem que o motorista precise conduzi-los, deixaram de ser ficção científica há muito tempo; entenda como esses veículos funcionam

  • Por Lívia Zanolini
  • 11/12/2020 16h47 - Atualizado em 11/12/2020 16h52
Gabriel Jabur/ Agência BrasilSegundo pesquisador do Laboratório de Robótica Móvel da USP, dificilmente os carros autônomos começarão a circular nas ruas do Brasil nos próximos 10 anos

Os carros autônomos são veículos dotado de sistemas inteligentes que dispensam a direção do motorista. Neles, os condutores são os algoritmos, que detectam os sinais do ambiente por meio de sensores e, com base nessas informações, estabelecem os comandos de navegação. A grande vantagem desses veículos é que, por não estarem sujeitos à falha humana, tendem a ser mais seguros. Sem contar que são mais sustentáveis. Embora as pesquisas tenham começado na década de 1980, foi a partir de 2005 que os estudos deram um salto e mostraram a viabilidade da tecnologia. No Brasil, os projetos começaram a ganhar força em 2010, impulsionados pelas universidades. Entre os principais carros autônomos em teste no país, está o que é desenvolvido no Laboratório de Robótica Móvel da USP e que tem um nome para lá de charmoso: Carina! No ano passado, um grupo de pesquisadores da universidade venceu uma competição internacional em que um sistema autônomo programado em laboratório foi submetido às mais diversas simulações de perigo no trânsito. O software brasileiro foi o que menos cometeu infrações.

Apesar dos estudos avançados, o pesquisador da USP, Iago Gomes, explica que é longo o caminho até que esses veículos comecem a ser produzidos em larga escala. “Mesmo com as barreiras na legislação que nos impedem de testar esses veículos nas ruas, o Brasil está produzindo pesquisa muito qualificada no cenário mundial nessa área. Só que estamos falando de uma tecnologia complexa, que não depende só do veículo, mas também de uma mobilidade urbana eficaz, sem tantos problemas de infraestrutura. Além disso, a implementação da tecnologia 5G e a popularização dos veículos elétricos também são condições importantes para que os carros autônomos ganhem as ruas do país. Ou seja, até que tudo isso seja realidade, é difícil acreditar que esses veículos comecem a ser circular no Brasil nos próximos 10 anos”. Como se trata de um tecnologia que exige altos investimentos da indústria, estima-se que, hoje, no país, um carro autônomo custaria mais que um automóvel de luxo. Ou seja, quem pretende ter um desses na garagem, além de exercitar a paciência, precisa começar a preparar o bolso desde já. Tá Explicado?

Gostaria de sugerir algum tema para o programa? É simples. Encaminhe a sugestão para o e-mail online@jovempan.com.br e escreva Tá Explicado no assunto. Participe!