Profissionais da rede estadual de São Paulo vão receber abono salarial até o fim de dezembro

Expectativa é que 190 mil trabalhadores sejam contemplados com os pagamentos, que serão proporcionais à carga horária semanal e devem variar de R$ 3 mil a R$ 16.250

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2021 12h07 - Atualizado em 20/12/2021 12h07
Foto: ANDRÉ LUIS FERREIRA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Professor em sala de aula Docentes com contratos temporários que atuaram durante 2021 também serão beneficiados

Os profissionais da educação de escolas estaduais de São Paulo vão receber a primeira parcela do abono salarial ainda no mês de dezembro. Segundo a secretaria estadual de educação, serão 190 mil trabalhadores contemplados com os pagamentos, que devem somar R$ 1,9 bilhão. A expectativa é que a primeira parcela seja paga no dia 24, véspera do Natal. Professores, coordenadores, diretores de escola, supervisores e dirigentes de ensino estão entre os profissionais que terão direito ao abono salarial. De acordo com decreto publicado no Diário Oficial no sábado, 18, docentes com contratos temporários que atuaram durante 2021 também serão beneficiados. Os valores serão proporcionais à carga horária semanal, variando de R$ 3 mil, para quem trabalha 12 horas por semana, e chegando a R$ 16.250, quem atua mais de 65 horas por semana. A categoria não recebe aumento desde 2019. Outros profissionais da educação não terão acesso aos pagamentos e a expectativa é que um projeto específico possa contemplar outros cargos futuramente.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos