Projeto reúne esforços para fazer doações a pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital paulista

Mensalmente, 100 cestas básicas são entregues para três igrejas que fazem a distribuição; ao todo, ação já distribuiu mais de duas mil unidades

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2021 08h58 - Atualizado em 06/12/2021 11h05
ANDRÉ PERA/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDOPrimeira arrecadação do projeto conseguiu distribuir 50 cestas de R$ 50 cada

O projeto ‘Um, Dois Feijão com Arroz’ entrega comida, utensílios de higiene e roupas para pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital paulista. A idealizadora, a empresária Ana Claudia Righi, percebeu que pequenos atos podem trazer grandes mudanças. Tudo começou em abril do ano passado, com o avanço da pandemia da Covid-19 e as consequências econômicas desse período. Ana conta que não conseguia se conformar com a situação de pobreza em que muitas pessoas estão inseridas e começou a mobilizar alguns amigos para arrecadar doações. Mas ela não imaginou que a atitude iria ter tantos resultados práticos. A empresária, que mora em uma vila na zona norte de São Paulo, hoje conta com o apoio da família, dos vizinhos, amigos e também de restaurantes. “Eu mandei mensagem no WhatsApp para meia dúzia de amigos e foi incrível. Eu expliquei que estava me sentindo angustiada e que, assim como eu, eles também estavam sentindo isso. Em pouquíssimas horas eu tinha dinheiro, R$ 2.500 na minha conta. Pensei: ‘meu deus, o que eu faço com esse dinheiro?’. Dei uma pesquisada nos itens que eu achava que era o básico do básico e percebi que dava para montar 50 cestas básicas, de R$ 50 cada. E assim foi indo. Escancarei, mandei mensagem para um monte de gente, e começou a entrar dinheiro”, relata.

O projeto ganhou mais visibilidade e destaque ao longo deste ano. São entregues, mensalmente, 100 cestas básicas para três igrejas que fazem a distribuição a pessoas em situação de vulnerabilidade. A cada 15 dias, o projeto também entrega comida e hambúrgueres feitos por restaurantes renomados em quatro locais na capital. Ana Claudia ressalta a importância de proporcionar visibilidade a essas pessoas, que já tem pouco, e a troca é mútua. “Essas pessoas são incríveis, cada uma é um universo. Tem pais de família, tem filho de família, tem de tudo. E a gente tem a oportunidade de conhecer e não é só eles. A gente não está dando a nossa atenção para eles, porque a gente é benévolo, porque a gente também quer, a gente absorve e aprende muita coisa”, afirma. O projeto Um, Dois, Feijão com Arroz já entregou aproximadamente 2 mil cestas básicas e a expectativa é continuar com as doações, principalmente agora, com as festas de fim de ano. Nascida em uma família de artistas, Ana Claudia acredita que as ações solidárias ganham ainda mais quando unidas à arte. Ela já está programando a entrega das próximas cestas no período que antecede o Natal em parceria com o irmão, Paulo Eduardo.

*Com informações da repórter Camila Yunes